Granola com Ameixas Assadas | Pecan Granola with Roasted Plums

Pecan Granola with Plums 1b

Verdade seja dita, tal como diz e bem a Filipa do Tribe Land num dos seus posts, tenho andado sem “pedalada” para o blog! Não penso desistir dele! Nem PENSAR!!! Adoro este espaço e aquilo que conquistei e tenho vindo a conquistar com a sua existência. Faz-me bem! Deixa-me feliz vê-lo crescer. Bem devagarinho. Ainda é timido, mas está cada vez mais perto daquilo que um dia sonhei. Só que anda sem ritmo…

Não sei se é do tempo, se é da própria falta de tempo ou a falta de inspiração! Estou cada vez mais concentrada nos bolos. No meu amado cake design. Tenho tantos planos, coisas novas e giras para fazer. Procuro cada vez mais por pedidos desafiantes, que me deixam puxar pela imaginação, mas… tenho negligenciado o blog. Tenho-o colocado em segundo plano e ele não merece. Tu não mereces.

Quero começar de novo!!! Por isso escolhi uma receita para acordar pela amanhã e preparar algo delicioso que nos dá energia, motivação e um sorriso na cara. Quero dar-te a ti e a mim uma boa razão para sair da cama e deixar a melancolia para trás. Comecei o ano com ela e que chata que ela é. É aborrecida e tem tendência a entranhar-se na pouca energia que resta. Tenho-me agarrado às coisas boas que me aconteceram no último ano e nas ideias que tenho para este, na esperança que ela se esqueça de mim.

Aconteceu-me tanta coisa boa em 2015. Foi tão bom realizar o meu sonho de fazer um bolo de casamento, aliás 2!!! Foi tão bom dar o meu primeiro workshop, com a ajuda da minha adorada amiga Sofia, no espaço maravilhoso que é a Clavel’s Kitchen, aliás 2, que esgotou num instante!!! Foi tão bom marcar presença em 2 revistas nacionais. Foi, foi mesmo bom!!! Sem esquecer de ter estado com uma amiga do coração a Inês e marcar presença nos workshops, daquela que é para mim uma inspiração enquanto fotografa, a Maria Midões. Possívelmente ela acha que somos umas “stalkers” (não não somos, tá???)  por ir quase a todos os workshops que deu, mas aquela miúda tem imenso talento… dá vontade de só a ficar a ver, enquanto faz magia!

Foi, foi um bom ano aquele que passou. Quero tanto que este também seja. E se não for pedir de mais… quero que seja ainda melhor!!!!

Truth be told, just like Filipa from Tribe Land said on one of her posts, I’ve been a bit off with the blog! I’m not giving up on it! NEVER!!! I love this little space, what I’ve accomplished and what I’ve been accomplishing with it’s existance. It does me good! And it makes me happy to see it grow. Slowly. It’s still very shy, but it’s becoming closer to what I’ve always wanted. It’s just been going a bit off rhythm…

I don’t know if it’s because of time, if it’s the lack of time or the lack of inspiration. I’ve been more and more concentrated on cakes. My beloved cake design. I have so many plans, so many new and awesome stuff to do. I’ve been looking for more and more challenging requests, that make me think, but… I’ve been neglecting the blog. I’ve been putting it in second place and it doesn’t deserve it. You don’t deserve it.

I want to start again!!! So I choose a recipe to wake up to tomorrow and prepare something delicious for a boost of energy, motivation and a smile. I want to give you and me a good reason to get off of bed and leave the melancholy behind. I began this new year with it and how annoying it is. It’s boring and it has a tendency of draing all of my energy. I’ve been holding on on the good things that have happened to me on this last year and on the ideas that I have for this one, on the hope that it might forget about me.

So many good things happened to me on 2015. It was amazing to be able to make my dream come true and do a wedding cake, two actually!!! It was so amazing to be able to do my first workshop, with the help of my beloved friend Sofia, on the wonderful place that is Clavel’s Kitchen, two actually, that sold out super fast!!! It was amazing to be able to appear on two national magazines. It was, it really was truly amazing!!!! Not to forget being with my dear friend Inês and be able to be present on Maria Midões‘s workshops, whom to me is a great inspiration as a photographer. Maybe she thinks we’re some sort of “stalkers” (which we’re not, okay???) for going on almost every workshop she’s given, but that girl has so much talent… I could just stare at her doing her work, doing her magic!

It really was a good year. I want this one to be a good year as well. And if I’m not asking for too much… I want it to be even better!!!!

 

Pecan Granola with Plums 2

Pecan Granola with Plums 6

Pecan Granola with Plums 5

Pecan Granola with Plums 3
Pecan Granola with Plums 4

GRANOLA COM AMEIXAS ASSADAS

Para a granola

  • 3 canecas de flocos de aveia
  • 1 1/2 caneca de noz pecan
  • 1 caneca de nozes
  • 1/2 caneca de avelãs
  • 1/4 caneca de amendoins S/ sal ou amêndoas laminadas
  • 1/4 caneca de sementes de girassol
  • 1/4 caneca de linhaça
  • 2 c. sopa de açúcar mascavado (opcional)
  • pitada de sal
  • 1/2 de oleo vegetal
  • 1/4 de xarope de Ácer ou Mel
  1. Pré-aquece o forno a 150ºC e prepara um tabuleiro com papel vegetal.
  2. Numa taça grande mistura todos os ingredientes secos e num copo alto os ingredientes líquidos.
  3. Mistura bem todos os ingredientes e verte para o tabuleiro .
  4. Leva ao forno por 30min. A cada 10min vai envolvendo com a ajuda de um garfo.
  5. Retira do forno, volta a envolver com o garfo até arrefecer por completo, para ficar solta. Se gostares de pedaços maiores, como nougat, deixa arrefecer sem lhe tocar. No fim parte os pedaços maiores.
  6. Transfere para um frasco hermético.  Pode durar até 1 a 2 semanas.
  7. Serve com iogurte natural grego e as ameixas assadas.

Para as ameixas

  • ameixas q.b.
  • 1 c. sobremesa pequena de açúcar mascavado, por cada metade
  1. Divide as ameixas e retira o caroço. Polvilha com o açúcar mascavado e leva ao forno pré-aquecido a 180ºC  por 30min ou até a fruta estar bem assada, o açúcar dissolvido, transformado numa calda espessa.
  2. Serve enquanto estão mornas ou deixa arrefecer primeiro.

Espero que gostes!

GRANOLA WITH ROASTED PLUMS

For the granola

  • 3 cups of oats
  • 11/2 cups of pecan
  • 1 cup of walnuts
  • 1/2 cups of hazelnut
  • 1/4 of unsalted peanuts or laminated almonds
  • 1/4 cup of sunflower seeds
  • 1/4 cup of linseed
  • 2 tbsp of brown sugar (optional)
  • pinch of salt
  • 1/2 cup vegetable oil
  • 1/4 cup maple syrup or honey
  1. Pre-heat the oven at 150ºC and prepare a tray with parchement paper
  2. On a big bowl, mix all of the dry ingredients and on a tall glass cup the liquid ingredients
  3. Mixx well all of the ingredients and pour them over the tray
  4. Bring it to the oven for 30 min. Every 10min keep involving with the help of a fork.
  5. Take it out of the oven, involve it again with the fork until it cold down completely, so it looses up. If you like bigger pieces, like nougat, let it cool down without touching. Finally, break it up into big pieces.
  6. Transfere it in to an airtight jar. It can last up 1 to 2 weeks.
  7. Serve it with natural Greek yogurt and some plums.

For the plums

  • plums q.s.
  • 1 small tsp of brown sugar for each half
  1. Divide the plums and take out the core. Sprinkle the brown sugar and bring it to the oven pre-heated at 180∫C for 30min or until the fruit it baked and the sugar is dissolved and into a thick syrup.
  2. Serve it immediately still warm or let it cool first.

Hope you enjoy it!

Cupcakes de Chocolate Negro e Vinho do Porto | Dark Chocolate & Porto Wine Cupcakes

Dark Chocolate & Porto Wine Cupcakes_4Por aqui já se contam os dias para o Natal. Bem na verdade é mais para o segundo aniversário da minha menina. Faltam menos de 20 dias e ainda não sei como será o seu bolo de aniversário. Tinha decidido que este ano não ia haver árvore de Natal, nem decorações. Vamos comemorar o dia dela e apenas isso… mas gosto tanto de ter a casa cheia de luzes, as prendas debaixo da árvore de Natal, que começo a vacilar. (Suspiro)

Enquanto não me decido com o bolo e resisto às decorações, tenho pensado em receitas para o blog.  E o que é que há mais nesta altura??? Chocolates e bebidas, pois claro!!! Por isso decidi unir os dois, só para ser um bocadinho de nada diferente. Mas ainda bem que os fiz. Que combinação maravilhosa! Nem dá para acreditar que fui “inventando” a receita enquanto juntava os ingredientes. Mas surpresa!!!! Ficou perfeita.

Claro que não duram tanto tempo como uma garrafa de vinho ou como uma caixa de chocolates, mas olha que também dão uma boa prenda. Fica aqui a sugestão!

Here, we’re already counting the days till Christmas. Well, actually, it’s more the days till my little girls’ second anniversary. Less than 20 days left and I still don’t know how I’m going to do her birthday cake. I decided not to put up my Christmas tree this years and have no decorations up. We’re going to celebrate her day and that’s that… but I love having my house full of lights, gifts under the Christmas tree, that I start to think twice. (Sigh)

While I can’t decided on the cake and try to resisto n putting up decorations, I’ve been thinking on more recipes for the blog. And what can we find more in this time of the year??? Chocolate and drinks, of course!!! So I decided to combine the two, just to be a bit more different. But I’m glad I did so. What a wonderful combination! I can’t even believe I went on “making up” the recipe whilst adding the ingredientes. But surprise!!! It went out perfect.

Of course they don’t last as long as a wine bottle or a chocolate box, but it’s still good enough to be a gift. Here’s my suggestion!

Dark Chocolate & Porto Wine Cupcakes_1

Dark Chocolate & Porto Wine Cupcakes_5

Dark Chocolate & Porto Wine Cupcakes_3

Dark Chocolate & Porto Wine Cupcakes_2

CUPCAKES DE CHOCOLTE NEGRO E VINHO DO PORTO

(8-10 cupcakes tamanho normal ou 6-8 formas de muffin)

  • 170g de farinha
  • 35g de cacau magro em pó Pantagruel
  • 125g de açúcar amarelo
  • 1/2 c. sobremesa de fermento em pó
  • pitada de sal
  • 2 ovos (tamanho L), previamente batidos
  • 80ml de óleo
  • 150ml de leite
  • 55ml de vinho do Porto
  • 1 c. sobremesa de extracto de baunilha
  1. Pré-aquece o forno a 180ºC e prepara as formas de cupcakes forradas com a base de papel.
  2. Numa taça média mistura todos os ingredientes secos, sem esquecer peneirar a farinha, o cacau e o fermento em pó primeiro. Mistura bem e reserva.
  3. Num copo alto, mistura os restantes ingredientes.
  4. Adiciona os ingredientes líquidos aos secos e envolve bem. Sem mexer demasiado.
  5. Verte cerca de 2/3 das formas e leva ao forno por 15-20min.
  6. Retira do forno e pincela com a calda.
  7. Deixa arrefecer por completo antes de cobrir com o creme de mascarpone.

Calda:

(Opcional – estes cupcakes são bastante fofinhos, e nem precisam da calda. Esta só intensifica mais o sabor do vinho)

  • 60g de açúcar
  • 60ml de água
  • 60ml de vinho do Porto

Enquanto os cupcakes estão no forno prepara a calda, levando os  ingredientes ao lume num tacho pequeno e até o açúcar dissolver e ficar ligeiramente espesso.

Creme de Mascarpone:

  • 250g de queijo mascarpone
  • 200g de natas frescas
  • 2-3 c. sopa  de açúcar em pó

Mistura todos os ingredientes até se formar um creme homogéneo, macio e suave.

Caramelo Salgado:

  • 200g de açúcar
  • 85g de manteiga
  • 125ml de natas
  • 1/4 c. sobremesa de sal (opcional)
  1. Derrete o açúcar numa panela larga, em lume médio, sem mexer. No máximo envolve, rodando gentilmente a panela em movimentos circulares. Se mexeres com uma colher de pau, o açúcar cristaliza. E cuidado para não queimar. Caso isso aconteça, começa de novo.
  2. Assim que estiver com uma cor amber, adiciona a manteiga, sem parar de mexer com uma vara de arames. Cuidado porque assim que juntares a manteiga vai formar bolhas e pode salpicar.
  3. Quando a manteiga derreter, retira do lume e adiciona as natas e envolve bem. Vão voltar a formar bolhas, por isso é preciso de ter cuidado.
  4. Por fim acrescenta o sal.
  5. Verte para um frasco hermético e deixa arrefecer um pouco. Depois de frio pode ser armazenado no frigorifico por 1-2semanas. Para voltar a ficar liquido, aquece no micro-ondas por 5-10segundos.

Montagem:

Coloca o creme num saco de pasteleiro com a ponta de estrela e faz um “swirl” na base do cupcake. Mesmo na hora de servir cobre com o caramelo salgado.

Dica: Evita deixar o cupcake ou pelo menos a o bolo no frio, para que não fique seco. Podes guardar o bolo num recipiente fechado de um dia para o outro e cobrir com o creme no dia em que vais servir.

*In English: Coming soon

Chocolate Quente de Coco | Coconut Hot Chocolate

Coconut Hot Chocolate2Começa a ser cada vez mais difícil dizer até já à cama. Os dias estão mais frios e o aquecedor está cada vez mais perto da cama ao levantar. O agasalho começa a ser o meu melhor amigo nestes dias. Ele e um chá quentinho logo pela manhã. Os dias tornam-se curtos, curtos demais, dando lugar à preguiça. Coisa que cá em casa não pode haver. Há sempre qualquer coisa para fazer e mesmo assim nunca acabo o dia com tudo feito. É horrível ver as horas a passar e chegar ao final do dia com trabalho atrasado e coisas ainda por fazer. Seja ele os brinquedos que ficaram no chão, a roupa que tinha de ter ido para a máquina de lavar ou um email que ficou esquecido no meio dos outros!

Não é fácil gerir tudo ao mesmo tempo. Mas por mais trabalho que tenha, há uma coisa que não dispenso. Ninguém me tira aqueles minutos que tenho só eu e a minha menina, de mãos dadas até ela adormecer. Reclamo muitas vezes das dores e a dormência que sinto, por estar de braço esticado, mas no fundo adoro que ela seja assim, que precise do meu miminho. Depois de adormecer é claro que fica difícil voltar ao trabalho, quero também ficar no quentinho. Por isso uma bebida quente ajuda sempre a ganhar novamente o ritmo.

Esta é perfeita. Quentinha. Apesar de não levar açúcar, aqueles pedacinhos de Maltesers dão-lhe o doce que precisa e o crocrante que tanto adoro!

It’s starting to become more and more difficult to say “see you later” to my bed. The days are starting to get colder and the heater closer to my bed before waking up. Sweaters have become my best friends these days. Sweaters and a hot tea in the morning. The days have been shorter, too short, making me become more and more lazy. Which is something that I can’t have in this house. There’s always something to do and even so I can never end the day with everything done. It’s horrible seeing the hours pass and then the day ends with still so much work to get done and stuff to do. Be it the toys that are scattered around the floor, the clothes that should have gone to the washing machine or the email that got forgotten between the others!

It’s not easy to do everything at the same time. But with as many work as I have, there’s still something I cannot dispense. No one takes away those minutes that me and my little girl have, with our hands held until she falls asleep. I complain a lot from pain and numbness that I feel after having my arm stretched out for so long, but in the end I love that she is this way, I love the fact that she needs my affection. After making her fall asleep, it’s hard going back to work, I also want to stay in the warm covers. So that’s why a warm drink always helps me get back into the rhythm.

This one is perfect. Warm. Although it doesn’t get sugar, those little Maltesers  give it the sweetness it needs and the crunch that I love so much!

Coconut Hot Chocolate5

Coconut Hot Chocolate4a

Coconut Hot Chocolate7

Coconut Hot Chocolate1

CHOCOLATE QUENTE – sem açúcar e (quase) vegan

(serve 2-4)

  • 800ml de leite de coco
  • 3-4 sementes de cardamomo
  • 75g de chocolate Pantagruel
  • 2 c. sopa de chocolate em pó Pantagruel
  • 1 – 2 c. sopa de mel ou xarope de Ácer (opcional)
  • 1 c. sopa de baunilha

Para servir:

  • 200ml de natas vegetais (Soja), frescas
  • coco ralado q.b.
  • chocolate em pó q.b.
  • maltesers q.b. ou outro tipo de chocolate
  1. Num tacho largo começa por levar ao lume o leite de coco e as sementes de cardamomo. Assim que começar a ferver reduz a temperatura até começar a borbulhar. Retira as sementes.
  2. Entretanto, num processador de alimentos tritura o chocolate até ficar em pedaços pequenos. (Podes fazer à mão, se preferires)
  3. Junta os restantes ingredientes ao leite e retira do lume até o chocolate derreter por completo, cerca de 10-15min. Vai mexendo ocasionalmente.
  4. Enquanto fazes o chocolate quente, bate as natas vegetais até formarem picos firmes. Eu não adicionei nenhum tipo de adoçante, mas podes sempre acrescentar mel ou açúcar a gosto.
  5. Retira o chocolate quente do lume e serve de imediato, com uma colher de natas por cima, um pouco de chocolate em pó, coco ralado e alguns maltesers em pedaços. Se fores vegan podes substituir os maltesers por outro tipo de chocolate ou optar por avelãs tostadas.

Espero que gostes!

HOT CHOCOLATE – without sugar & (almost) vegan

(serve 2-4)

  • 800ml coconut milk
  • 3-4 cardamom seeds
  • 75g chocolate, Pantagruel
  • 2 tbsp cocoa powder, Pantagruel
  • 1 – 2 tbsp honey or Maple Syrup (optional)
  • 1 tsp vanilla extract

To serve:

  • 200ml soy whipped cream
  • grated coconut, to taste
  • cocoa powder, to taste
  • maltesers or another vegan chocolate, to taste
  1. In a large sauce pan, let the coconut milk and cardamom seed start to boil. Reduce the temperature and let simmer. Remove the seeds.
  2. Meanwhile in a food processor cut the chocolate until small pieces. You can do this by hand, if you like.  
  3. Mix all in the remain ingredients to the coconut milk and leave it until all the chocolate is melted, for about 10-15min. Stir occasionally. 
  4. Beat the cream until stiff peaks. I did not add any type of sweetness, but you can add honey or sugar, to taste. 
  5. Remove the hot chocolate from the heat and serve it immediately, with a spoon of whipped cream, cocoa powder, grated coconut and some maltesers chopped in pieces. If you’re vegan you can substitute the maltesers for any king of vegan chocolate or toasted hazelnuts. 

Enjoy!

 

Rolinhos de Canela | Puff Cinnamon Rolls

Puff cinnamon buns10Cinnamon rolls ou rolinhos de canela devem ser das coisas que mais adoro. Adoro a “crosta” de fora em contraste com o interior macio que quase se desfaz na boca. Adoro!

Infelizmente não tenho muita paciência para esperar aquelas horas todas para a massa levedar. Pff detesto esperar!!! Podia fazer estes LINDOS e maravilhosos da Inês “Ananás e Hortelã”! Que coisa mais linda e perfeita… mas lembrei-me de uma forma de os fazer ainda mais rápido. Como tenho sempre um rolinho de massa folhada escondida no frio, para aquelas ocasiões do “não sei o que fazer para o jantar!!! Uma tarde de espinafres e feta com massa folhada!!! ‘Bora lá colocar o forno a aquecer!”, com estes rolinhos foi mais ou menos isso. “Apetece-me tanto uns cinnamon buns, mas não quero ter muito trabalho. Hum e será que resulta com massa folhada!?”. Resulta pois.

Só para tornar a coisa mais interessante um glacê de laranja fica aqui perfeito. Tudo cheira e sabe a Outono. Está um dia lindo hoje, mesmo assim mais logo podes aproveitar para ligar o forno e fazer estas pequenas delicias em menos de nada.

Cinnamon rolls have to be one the things I love the most. I love the outsider crust in contrast with the soft interior that almost melts in your mouth. I love it!

Unfortunately, I don’t really have the patience to wait all those hours to let the dough leaven. Pff I hate waiting!!! I could make these GORGEOUS and wonderful ones made by Inês “Ananás e Hortelã”! They’re so beautiful and perfect… and I remembered a way of making them faster. Since I always have rolls of flaky pastry dough in my fridge, for those days where I’m like “I have no idea what to bake for dinner!!! A spinach and feta tart with flaky pastry dough!!! Let’s put it on the oven to heat up!”, with these buns it was kinda like that. “I feel like having cinnamon buns, but I don’t want to go through all that work. Hum, I wonder if it works with flaky pastry dough?”. It works.

And just to make things more interesting, na orange glaze is perfect for this. Everything smells and tastes like Autumn. It’s a beautiful day today, but later you can bake these small delicacies super easily.

Puff cinnamon buns8

Puff cinnamon buns9

Puff cinnamon buns4

Puff cinnamon buns

Puff cinnamon buns3

ROLINHOS DE CANELA

(serve 6)

  • 1 embalagem de massa folhada, de compra ou caseira (rectangular)
  • manteiga amolecida q.b.
  • 50g de açúcar
  • 2 c. sobremesa (bem cheias) de canela
  • 50g de açúcar em pó
  • 1-2 c. sobremesa de sumo de laranja
  1. Pré-aquece o forno a 200ºC e unta bem com manteiga uma forma de muffins.
  2. Mistura o açúcar com a canela e reserva.
  3. Estica a massa folhada e espalha um pouco e manteiga e por cima polvilha com a mistura de açúcar.
  4. Corta 6 tiras com tamanhos iguais e faz pequeno rolinhos. Dispõe sobre a forma e acalca com a mão, para não levantarem demasiado.
  5. Leva ao forno por 20min ou até estarem bem tostadinhos.
  6. Com cuidado para não te queimares e com a ajuda de um garfo retira de imediato os rolinhos para uma base de arame para arrefecerem.
  7. Entretanto prepara a calda, misturando o açúcar em pó com o sumo de laranja, mexe bem até ficar homogéneo e escorrer num fio continuo.  Se tiver demasiado espesso adiciona mais sumo de laranja, caso esteja demasiado liquido adiciona mais açúcar em pó.

Espero que gostes!

PUFF CINNAMON ROLLS

(serves 6)

  • 1 package of puff pastry dough, bought or homemade (rectagular)
  • soft butter, to taste
  • 50g of sugar
  • 2 tsp (full) of cinnamon
  • 50g of powdered sugar
  • 1-2 tsp of orange juice
  1. Pre-heat the oven at 200ºC and spread the butter in a muffin tray
  2. Mix the sugar with the cinnamon and reserve
  3. Stretch the pastry dugh, spread a bit of butter and on top sprinkle the sugar and cinnamon mixture.
  4. Cut 6 slices with equal sizes and make little rolls. Put them on the tray and pat them with your hand, so they dont leaven too much.
  5. Bring them to the over for 20min or until they’re well toasted.
  6. Carefully not to burn yourself and with help of a fork, take them out immediately on to a wire base so they can cool down.
  7. Meanwhile, prepare the syrup, mixing the powdered sugar with the orange juice, mix well until everything is homogeneous and it’s drains through the fork as a continuous string. If it’s too thick, add in more orange juice, if it’s too liquid, add in more powdered sugar.

Enjoy!

 

*food styling inspired by daisyandthefox.com

Pêras Cozidas com Praline de Pistácio | Poached Pears with Pistachio Praline

Poached Pears w Pistachio Praline9Mais uma receita com pêras?! Ah pois é!!! Mas desta vez são elas as grandes vedetas.

Esta receita é tão boa que nem vais ter paciência para ficar aqui a ler este texto e vais querer passar directamente para a cozinha!!!

Estava eu naqueles dias em que queria aproveitar o silêncio da casa, enquanto tudo dormia para me por a experimentar receitas. Olhei em volta e só tinha pêras na fruteira. Eh, ainda hesitei… mas, não quis ligar o forno ( o pobre coitado tem trabalhado tanto, que merece um descanso)! Já não fazia pêras cozidas há tanto tempo e combina tão bem com esta altura que decidi fazer isso mesmo. E é uma coisa tão simples de se fazer. Atira-se umas quantas especiarias para dentro de um tacho com água e deixa o fogão ter o trabalho todo. Desta vez simplifiquei a coisa e 3 especiarias foram suficientes.

O cheirinho pela casa era fantástico, até dava vontade de ficar ali com o nariz colado ao tacho.

Para tornar a coisa mais interessante, aproveitei o mascarpone que tinha escondido no frigorifico (nas fotos não está muito apelativo, mas quis fazer à mão e não correu lá muito bem). E porque adoro texturas crocantes, optei por um praline de pistácio.

Só te digo que ficou assim a coisa mais boa de sempre. Daquelas sobremesas que podes aproveitar para um jantar entre amigos. E de certeza que te vão pedir a receita!!!

Aqui fica a minha sugestão, de uma sobremesa simples, mas cheia de sabor. Com poucas especiarias, mas fica à vontade de acrescentar as que quiseres!

Another recipe with pears?! Oh yeah!!! But this time they’re the true stars.

This recipe is so good that you’re not even going to have the patience to finish this text and all you’re going to want to do is go into the kitchen and try this out!!!

It was one of those days where all I wanted was to enjoy the silence at home, while everyone was sleeping so I could try out some recipes. I looked around me and all I had was some pears. Eh, I hesitated at first… but I didn’t want to turno n the oven (the poor guy has been working so much lately, he needs some rest!) I haven’t done cooked pears in a very long time and it goes so well with this time of the year that I decided to do it. And it’s so simple to make. All you need is to throw in some spices in a pan with water and let the cooker do its work. This time I simplified it and 3 spices were enough.

The smell it left around the house was amazing, all I wanted to do stay with my nose glued to the pan.

To make things more intesting, I used some leftover mascarpone that I had forgotten about in my fridge (in the photos it might not look to appetizing, but I wanted to do it by hand and it didn’t work out too well.) And because I love crunchy textures, I opted on a pistachio praline.

All I can say is that it turned out to be the best thing ever. It’s one of those desserts you can bring to a dinner with friends. And I’m sure they’ll ask you for the recipe!!!

Here is my suggestion, for a simple, but extremely flavorful dessert. Without too many spices, but feel free to add as many as you want!

Poached Pears w Pistachio Praline8

Poached Pears w Pistachio Praline5

Poached Pears w Pistachio Praline14

Poached Pears w Pistachio Praline

Poached Pears w Pistachio Praline12

Poached Pears w Pistachio Praline10

PÊRAS COZIDAS COM PRALINE DE PISTÁCIO

  • 3 a 4 pêras
  • 5 canecas de água
  • 1 caneca de açúcar amarelo
  • 2 paus de canela
  • 4 a 5 grãos de cardamomo
  • 1 vagem de baunilha sem sementes
  1. Leva todos os ingredientes num tacho a lume médio, até o açúcar dissolver.
  2. Entretanto descasca as pêras deixando apenas o pé.
  3. Coloca-as no tacho, tapa com uma tapa e deixa cozer até conseguires espetar um palito sem dificuldade, cerca de 30-40min.
  4. Retira as pêras para um prato e retira as especiarias. Aumenta a temperatura para o máximo e deixa o molho reduzir até ficar uma espécie de caramelo. Uma calda bem espessa.
  5. Deixa as pêras esfriarem a temperatura ambiente ao no frio.

Para o creme mascarpone:

  • 250g de queijo mascarpone
  • 200ml de natas frescas
  • 2-3 c. sopa de açúcar em pó
  • sementes da vagem de baunilha
  1. Com uma vara de arames ou a batedeira, bate o mascarpone até ficar macio. Adiciona as natas, o açúcar em pó e as sementes de baunilha, e bate até ficar um creme macio e homogéneo.
  2. Reserva no frio até servir.

Para o Praline de Pistácio:

  • Pistácios sem casca q.b.
  • 50g de açúcar
  • água para pincelar
  1. Dispões os pistácios sobre uma folha de papel vegetal, sobre um tabuleiro.
  2. Derrete o açúcar numa panela larga, em lume médio, sem mexer. No máximo envolve, rodando gentilmente a panela em movimentos circulares. Se mexeres com uma colher de pau, o açúcar cristaliza.
  3. Para evitar que se formem grãos de açúcar à volta do caramelo, pincela com um pouco de água.
  4. Assim que estiver com uma cor amber, retira do lume e cobre os pistácios. Roda o tabuleiro para espalhar o caramelo.  Trabalha rápido, pois solidifica depressa. Deixa repousar a temperatura ambiente.
  5. Depois de solidificar e frio ao toque, tritura num processador de alimentos.
  6. Coloca num frasco hermético. Se apanhar ar acaba por ficar mole e não crocante.

Montagem:

  1. Coloca as pêras num prato e ao lado coloca uma colher bem generosa de creme mascarpone, faz um pequeno buraco no centro.
  2. Rega as pêras e o creme com a calda de caramelo e polvilha com o praline de pistácio.
  3. Se quiseres antes de servir aquece um pouco da calda de caramelo. Também podes servir com molho de chocolate.

Espero que gostes!

POACHED PEARS WITH PISTACHIO PRALINE

  • 3 to 4 pears
  • 5 cups of water 
  • 1 cup brown sugar
  • 2 cinnamon sticks
  • 4 to 5 ground cardomom
  • 1 vanilla pod, seedless 
  1. Place all the ingredients in a saucepan to medium heat until sugar dissolves.
  2. Meanwhile peel the pears leaving only the foot.
  3. Place them in the pan, cover with a lid and cook until you can stick a toothpick without difficulty, about 30-40min.
  4. Remove the pears to a plate and remove the spices. Increase the temperature to hight hear and let the sauce reduce until a caramel. A very thick syrup.
  5. Let the pears cool to room temperature or place in the fridge.

Mascarpone cream:

  • 250g mascarpone cheese
  • 200ml heavy cream
  • 2-3 tbsp icing sugar 
  • vanilla seeds
  1. By hand or with a mixer, beat the mascarpone until smooth. Add the heavy cream, icing sugar and vanilla and beat until a smooth cream.
  2. Place it in the fridge.

Praline:

  • pistachios, to taste
  • 50g sugar
  • water, to brush
  1. Prepare a tray with parchment paper. Place over it the pistachios.
  2. Melt the sugar in a large saucepan over medium heat, without stirring. At most it involves gently rotating the pan in a circular motion. If you mix it with a wooden spoon, sugar crystallizes.
  3. To prevent the formation of grain of sugar around the caramel brush with a little water.
  4. Once you’re with an amber color, remove from heat and cover pistachios. Swirl the tray to spread the caramel. Do it fast. Let stand at room temperature.
  5. After solidify and cool to the touch, blend in a food processor.
  6. Place t in an airtight jar.

Assembling:

  1. Place the pear on a plate and put next to it a very generous spoonful of mascarpone cream, make a small hole in the center.
  2. Pour over the  pears and cream the caramel sauce and sprinkle with pistachio praline.
  3. If you want,  warm a bit of the caramel sauce. You can also serve with chocolate sauce.

Enjoy!